Terça-feira, 17 de Outubro de 2017
02-12-2013

Com dinheiro a mais na conta, Polícia alerta para a volta do \"golpe do tio\" Graziela Rezende


  • Imprimir
  • Compartilhar

O 13° salário a mais na conta, neste mês de dezembro, também deve ser motivo de alerta, já que bandidos buscam maneiras de aplicar golpes. E, segundo a Polícia, voltaram a ocorrer casos do "golpe do tio". Segundo a delegada Christiane Grossi, da 7ª Delegacia de Polícia, uma vítima registrou ocorrência há três dias, quando acreditou estar conversando com o sobrinho e depositou a ele R$ 1,5 mil.

Na ocasião, de acordo com a delegada, o auxiliar de serviços gerais, de 60 anos, recebeu ligações em seu celular, na qual uma pessoa dizia chorando: "Tio, deposita um dinheiro aí porque estou com a caminhonete quebrada aqui no Mato Grosso, quase tombei e quebrou a bandeja. Eu troquei por outra a diesel, estou precisando de dinheiro, deposita pra mim e com crédito de celular, até eu acabar de chegar..."

A vítima, que possui um sobrinho naquele Estado, acreditou estar conversando com ele, que ainda ressaltou que havia sido preso. "Tinha um revólver na caminhonete, por isso estou aqui preso. Me manda mais dinheiro, porque quando chegar vou pagar com juros, fazer um churrasco para o senhor e ainda levar um presente..."

Sem condições, o idoso fez um empréstimo de R$ 1,5 mil e depositou R$ 500 na conta de Isis Vitoria De Oliveira E Silva, além de R$ 1 mil na conta de Kelly Gualberto Gomes. Após os depósitos, o idoso ainda carregou créditos de R$ 15 em um telefone Vivo, de número (62) 9944-9810 e outro de R$ 13 em um número da Claro (62) 9458-3137.

Horas após, ele constatou que havia caído em um golpe e foi à delegacia registrar o estelionato. O idoso ressaltou que a voz era muito parecida com a do sobrinho, de nome Cícero. A Polícia investiga o crime.


Fonte: Campo Grande News

  • Imprimir
  • Compartilhar